SARCOPENIA

Perda generalizada e progressiva da FORÇA e MASSA MUSCULAR esquelética com o envelhecimento.1

30 - 50 Anos Pico da Força Muscular

30 - 50 ANOS 2

PICO DA FORÇA MUSCULAR

30 - 50 Anos Pico da Força Muscular

50 - 70 anos 3

QUEDA DE 8% A 15% DA FORÇA A CADA DÉCADA

30 - 50 Anos Pico da Força Muscular

70 - 80 anos 4

QUEDA DE 20% A 40% DA FORÇA MUSCULAR

CAUSAS DA SARCOPENIA 5,6

Inatividade Física

INATIVIDADE FÍSICA

DIMINUIÇÃO DE HORMÔNIOS

DIMINUIÇÃO DE HORMÔNIOS

BAIXA INGESTÃO DE PROTEÍNAS NO ENVELHECIMENTO

BAIXA INGESTÃO DE PROTEÍNAS NO ENVELHECIMENTO

CONSEQUÊNCIAS1,6

CONSEQUÊNCIAS1,6

  • Incapacidade e dependência;
  • Perda de peso não intencional;
  • Fadiga;
  • Quedas frequentes;
  • Fraqueza muscular;
  • Hospitalizações.

TRATAMENTO DA SARCOPENIA 7

Exercícios físicos como: caminhada, bicicleta, pilates e musculação

Exercícios físicos como: caminhada, bicicleta, pilates e musculação

Alimentação rica em proteínas e nutrientes como: Cálcio e Vitamina D

Alimentação rica em proteínas e nutrientes como: Cálcio e Vitamina D

Reposição hormonal

Reposição
hormonal

Recomendações diárias de proteínas, cálcio e vitamina D para pessoas com 50 anos ou mais 8,9

Com o passar dos anos, a digestão e a absorção dos nutrientes sofrem prejuízos que são atribuídos ao processo natural do envelhecimento, o que pode comprometer o estado de saúde do idoso. Por isso, a ingestão da quantidade correta de nutrientes se torna tão importante.

INGESTÃO RECOMENDADA

Proteína

1,0 a 1,2g/kg de peso/dia

Homem 50+ pesando 80kg deve consumir de 80 a 96g/dia

Mulher 50+ pesando 60kg deve consumir de 60 a 72g/dia

cálcio

1.200mg/dia

vitamina d

10 a 15mcg/dia na forma de colecalciferol

Atingir essas necessidades por meio de alimentação nem sempre é possível. Para aqueles que não conseguem manter uma alimentação completa e balanceada, um reforço nutricional pode ajudar muito em situações como: 8,9

  • Alimentação pobre em proteínas;
  • Dificuldade de deglutição;
  • Redução do apetite;
  • Limitações funcionais e cognitivas.
  • Dificuldade para mastigar;

LINHA NUTREN® SENIOR, CONTRIBUINDO COM A INGESTÃO DIÁRIA RECOMENDADA DE PROTEÍNAS, CÁLCIO E VITAMINA D.

Produtos Nutren® Senior

Informação Nutricional

Informação Nutricional

*Considerando a ingestão diária recomendada de 55g de Nutren® Senior Sem Sabor

Como incluir NUTREN® Senior na dieta de pessoas com 50 anos ou mais

Sopa Nutritiva

Consumir NUTREN® Senior Pronto Para Beber, ou a versão em Pó com Sabores adicionado ao leite, ou ainda, na opção Sopa Nutritiva Instantânea.

Sopa Nutritiva
Bebidas

Acrescentar o NUTREN® Senior em Pó Sem Sabor em bebidas e receitas doces ou salgadas. (clique aqui)

Bebidas

Referências: 1. S1. Pícoli TS, Figueiredo LL, Patrizzi LJ. Sarcopenia e envelhecimento. Fisioter. mov. 2011;24(3):455-462. 2. Deschenes MR. Effects of aging on muscle fibre type and size. Sports edicine. 2004;34(12):809-24. 3. Garcia PA. Sarcopenia, mobilidade funcional e nível de atividade física em idosos ativos da comunidade. Belo Horizonte: Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Universidade Federal de Minas Gerais; 2008. 4. Kauffman TL. Manual de reabilitação geriátrica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2001. 5. Dreyer HC, Volpi E. Role of protein and amino acids in the pathophysiology and treatment of sarcopenia. J Am Coll Nutr. 2005;24(2):140S-45S. 6. Vandervoort AA. Aging of the human neuromuscular system. Muscle Nerve. 2002;25(1):17-25. 7. Martinez B, Camelier FWR, Camelier AS. Sarcopenia em idosos (um estudo de revisão). Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2014;4(1):62-70. 8. Campos M, Monteiro J, Ornelas A. Fatores que afetam o consumo alimentar e a nutrição do idoso. Rev. Nutr. 2000;13(3):157-165. 9. Gonçalves TJM, et al. Diretriz BRASPEN de terapia nutricional no envelhecimento. BRASPEN J. 2019;34(Supl 3):2-58.

NHS000422

  • Libras
  • Voz
Beacon