Whey Protein: O que é, para que serve e como usar

Você sabia que o Whey Protein é o suplemento proteico em pó mais consumido no mundo? 1Não é à toa, já que é considerada uma das proteínas de maior valor biológico, devido à sua rápida digestibilidade, ao alto teor de aminoácidos, BCAAs e, por todos os benefícios que oferece como: ganho de massa muscular, redução da gordura corporal, melhora do desempenho físico e da imunidade e muitos outros

Confira um guia completo sobre esse suplemento, seus benefícios, como usar, bem como a quantidade recomendada.

O que é o Whey Protein?

O Whey Protein nada mais é do que o soro do leite.

O leite de vaca é constituído de 80% de caseína e apenas 20% de soro do leite. Durante a fabricação do queijo, a parte gordurosa do leite coagula, restando um líquido chamado de soro. É neste soro que estão concentrados nutrientes e compostos que fornecem ao Whey Protein o título de alimento com alto valor biológico e de altíssima qualidade nutricional.2

Algumas Propriedades 2, 3

  • Aminoácidos – Contém os 20 aminoácidos importantes na fabricação dos músculos e tecidos, incluindo os 9 aminoácidos essenciais, isto é, aqueles que o organismo não consegue produzir sozinho e precisa vir da dieta;

  • BCAA – Contém os aminoácidos Leucina, Isoleucina e Valina que são envolvidos na reparação muscular, no aumento das proteínas e da energia durante as atividades físicas;

  • Cálcio – Vários trabalhos têm mostrado que as proteínas do soro favorecem o processo de redução da gordura corporal, por meio de mecanismos associados ao cálcio.

  • Baixa Quantidade de Carboidratos e Gorduras;

  • Rápida Digestão;

  • Alta Absorção.

Principais benefícios do Whey Protein

Muitos estudos comprovam os benefícios que o Whey Protein fornece, tornando-o um alimento multifuncional e com muitas qualidades:

  • Ganho de massa muscular em praticantes de atividades físicas 3, 4

  • O perfil de aminoácidos é muito parecido com os das proteínas do músculo esquelético, com alto potencial de estímulo à construção dos músculos, sendo um importante diferencial para a hipertrofia muscular.

  • Diminuição da fadiga muscular 5

    A maior produção de glutationa celular, que é um potente antioxidante, combate os efeitos destruidores dos radicais livres diminuindo a fadiga muscular.

  • Manutenção da massa muscular durante o processo de emagrecimento 6

    O controle da glicose no sangue e a alta concentração do aminoácido leucina presentes no Whey Protein, favorecem a manutenção da massa muscular durante a perda de peso.

  • Redução da gordura corporal 7, 8

    A presença de cálcio e o alto teor de BCAA afetam os processos hormonais e metabólicos da regulação energética, favorecendo a redução e a modulação da gordura corporal.

  • Aumento da saciedade 5

    O consumo de Whey Protein aumenta os hormônios intestinais supressores do apetite.

  • Controle da diabetes 9

    A alta quantidade de aminoácidos como a leucina e a valina, bem como a arginina levam a melhorias na secreção de insulina e captação do açúcar no sangue, auxiliando no controle da glicemia.

    E muitos outros benefícios.

Como usar o Whey Protein? 8

Por ser considerado um alimento funcional com diversos benefícios para a saúde, pode ser utilizado como um suplemento nutricional para uma ampla população, entre eles praticantes de atividades físicas, de média à intensa, atletas, idosos e o público infantil em geral, desde que esteja dentro da quantidade de proteína indicada (recomendação médica e/ou de um nutricionista). O Whey Protein pode ser consumido em qualquer refeição, como no café da manhã ou lanche da tarde. Ele também pode ser adicionado em receitas como: bolos, cookies, sopas e shakes.

Quantidade de Whey Protein 5

Whey Protein deve fazer parte de um complemento alimentar quando falamos de quantidade de proteína.

Sendo assim, é importante que você saiba a quantidade de proteína que deve ingerir diariamente de acordo com o seu objetivo*.

Pessoas sedentárias: 0,08 a 1,5 de proteína/kg de peso.

Treinos de força: 1,2 a 1,7 de proteína/ kg de peso.

Treinos de resistência: 1,2 a 1,6 de proteína/kg de peso.

*As quantidades exatas são estabelecidas individualmente, por um médico ou nutricionista, de acordo com idade, tipo, intensidade e tempo de exercício físico, quando houver.

Não são relatados benefícios adicionais no consumo de proteína acima da quantidade recomendada.

São muitos os benefícios do Whey Protein, porém, somente um profissional da saúde pode orientá-lo adequadamente sobre o consumo desse alimento.

Bibliografias

  1. Pereira RF, Lajolo FM, Hirschbruch MD. Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo. Rev Nutr. 2003;16(3):265-72.
  2. Sgarbieri VC. Propriedades Fisiológicas Funcionais das Proteínas do Soro do Leite. Revista de Nutrição. 2004;17(4):397-409.
  3. Ha E, Zemel MB. Functional properties of whey, whey components, and essential amino acids: mechanisms underlying health benefits for active people. J Nutr Biochem. 2003;14(5):251-8.
  4. Dangin M, et al. The digestion rate of protein is an independent regulating factor of postprandial protein retention. Am J Physiol End Met. 2001;280(2):E340-E8.
  5. Terada LC, Godoi MR, Silva TCV, Monteiro TL. Efeitos metabólicos da suplementação do Whey Protein em praticantes de exercícios com pesos. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva 2012;3(16):295-304.
  6. Layman DK. The role of leucine in weight loss diets and glucose homeostasis. J Nutr. 2003;133(1):261-7.
  7. Haraguchi FK, Abreu WC, de Paula H. Whey protein: composition, nutritional properties, appications in sports and benefits for human health. Revista de Nutrição. 2006;19(4):479-88.
  8. Zemel MA. Role of calcium and dairy products in energy partitioning and weight management. Am J Clin Nutr. 2004;79(5):907s-12s.
  9. Esteves de Oliveira FC, Pinheiro Volp AC, Alfenas RC. Impact of different protein sources in the glycemic and insulinemic responses. Nutr Hosp. 2011;26(4):669-76.
NHS00179